Av. Prof. Luiz Ignácio de Anhaia Mello, 4141 & 4272 • Vila Ema – São Paulo

11 2211-2020
0 Compare Page

Blog

Pequenos problemas no carro

Como pequenos problemas podem causar grandes prejuízos ao seu carro

Quem não quer ter um carro, não é verdade? Poder se deslocar de um local a outro com muita facilidade e conforto é sem dúvida uma vantagem. Mas para que seu carro seja sempre esse aliado no seu dia a dia e não se torne um empecilho, é fundamental que você mantenha as manutenções em dia. Deixar esse detalhe de lado e ignorar os pequenos problemas, além de ser muito perigoso, pode causar grande prejuízo ao seu bolso.

É comum que muitos motoristas só levem seus veículos a uma oficina quando acontece algum problema médio ou grave e ao chegar ao local de manutenção dar de cara com uma série de outros problemas simples que juntos irão custar mais do que um problema maior.

Confira abaixo uma lista de pequenos problemas que podem causar grandes prejuízos não só ao funcionamento do seu carro, como ao seu bolso.

Pequenos problemas que causam grandes prejuízos

Filtros

Existem vários tipos de filtro em todo o sistema mecânico de um veículo e dentre essa variedade, existe um tipo que demanda uma atenção constante: o filtro de ar, principalmente se o veículo circula em locais onde os índices de poluição são altos ou com grandes quantidades de pó. Outro fator que pede com que os motoristas fiquem mais atentos se dá em veículos que circulam com muita frequência em estradas de terra.

O acúmulo dessas substâncias nos filtros de ar pode desencadear outros problemas em outras peças do veículo. Em situações comuns já é necessário que se verifique o estado no qual o filtro se encontra, para identificar a necessidade de substituição da peça. Em casos onde o contato com terra e poeira é maior, isso se torna ainda mais fundamental.

Correias dentadas

Dentre os considerados pequenos problemas, as falhas na correia podem ser uma das mais responsáveis por prejuízos já que ela faz com que ocorra a ligação entre o comando de válvulas e o virabrequim, então se há um rompimento dessa peça, o funcionamento de mais partes do veículo podem sair comprometidas nas quais o conserto pode sair altamente caro.

Vacilar na gasolina

Muitos motoristas acabam tendo uma mania de deixar para abastecer na última hora. Mas isso não é um bom hábito, já que além de render multa, se o veículo parar na rua por conta de falta de gasolina, pode colocar seu carro em risco, já que a bomba de combustível pode queimar por ter sido forçada a rodar seca. E a troca da peça, dependendo do local da oficina pode custar no mínimo por volta de R$500,00. Abastecer com combustível de má qualidade também pode causar danos, portanto só abasteça em postos de confiança.

Lâmpadas

Outra mania que parece fazer parte de uma lista de pequenos problemas os quais os motoristas insistem em ignorar é a troca de lâmpadas.

É importante fazer regularmente a troca das lâmpadas para que elas não queimem, mesmo assim, existem muitas pessoas que ignoram isso e circulam por aí com as lâmpadas já queimadas, mas isso rende multa e custa pontos em sua CNH, dá pra chamar de grande prejuízo, não é mesmo?

É por essas e por outras que é preciso ter consciência de que a manutenção preventiva é a melhor maneira de evitar esse tipo de problema e poupar seu bolso, mas no momento não é apenas desse tipo de consciência que precisamos!

Em meio à pandemia de Covid-19, é preciso entender que ficar em casa pode salvar muitas vidas. Aderindo e apoiando o isolamento social, sem deixar de pensar nos clientes, estamos realizando o atendimento on-line através do whatsapp pelos números 11 95328-2987 | 11 95328-3117. Entre em contato conosco e confira nossos serviços de manutenção.

Como pequenos problemas podem causar grandes prejuízos ao seu carro
Em dias quentes não é a mais fácil das tarefas e isso torna o ar condicionado do carro um opcional quase que indispensável.

O que fazer se o ar condicionado do carro não estiver funcionando?

A grande maioria dos motoristas passa boa parte do dia dentro de seus carros e ficar fechado dentro do automóvel em dias quentes não é a mais fácil das tarefas e isso torna o ar condicionado do carro um opcional quase que indispensável.

Dirigir com ar condicionado em uma tarde de verão parece ser a única alternativa para se viajar com o devido conforto. Agora imagine sentar no banco do motorista, dar a partida, ligar o ar condicionado e de repente se dar conta de que este não está funcionando, o que fazer? O que pode causar tal falha? Descubra abaixo.

Como lidar com o ar condicionado do carro que não funciona?

Existem diferentes tipos de ar condicionado do carro, podendo funcionar de maneira analógica ou digital, mas em ambos os casos, não é difícil identificar e resolver problemas.

Mas como essa peça funciona? Um ar condicionado automotivo basicamente trabalha a partir da evaporação de um fluído que tem como função refrigerar ambientes, a evaporação de tal fluído realiza uma troca de temperatura, o que espalha o ar mais frio por toda a cabine do veículo. O mal funcionamento do ar condicionado do carro pode se dar por falhas em suas peças, falta do fluído ou fluído de baixa qualidade.

E como manter o bom funcionamento do ar condicionado do carro?

Observe como está o filtro: O filtro de um ar condicionado automotivo é a peça que garante que o ar que circula pelo veículo seja de qualidade, por isso é importante sempre garantir que este esteja funcionando perfeitamente, inclusive por ser um dos componentes que mais causam falhas. Para evitar maiores problemas, é importante verificar o filtro com frequência para que você possa identificar um mal funcionamento o mais rápido possível e realizar a troca se necessário.

Verifique o compressor: O compressor é uma peça vital para o funcionamento do ar condicionado do carro ocorrer, o que claramente demanda atenção especial. Ao primeiro sinal de que seu ar condicionado não está refrigerando seu veículo, observe primeiramente o compressor e procure um mecânico o mais rápido possível.

Certifique-se de que não está ocorrendo nenhum vazamento de gás: O sistema de um ar condicionado automotivo possui inúmeras mangueiras onde ocorre o transporte de gases que podem se romper com os solavancos e movimentos mais bruscos que um veículo pode realizar. Isso pode causar falhas no funcionamento e colocar o motorista e passageiros em risco.

Observe a parte elétrica: Outro fator que pode ser um causador comum de falhas de um ar condicionado automotivo, é sem dúvida a parte elétrica e muitas delas podem passar despercebidas pelo motorista, o que demanda manutenção e observação regular.

A Quest Multimarcas recomenda que você visite o mecânico regularmente para um check-up completo e com visão profissional para que se garanta o conforto e a segurança de todos que fazem uso do automóvel.

Para mais conteúdos como esse, fique de olho em nosso blog.

O que fazer se o ar condicionado do carro não estiver funcionando?
Mecânico cuidando do motor do veículo, corridas curtas podem prejudicar o motor

Corridas curtas prejudicam o motor

Algumas pessoas não sabem, mas corridas curtas com o carro prejudica o motor. A frase pode não ter muita lógica no primeiro momento, principalmente para aqueles que não estão muito habituados com o carro e seus efeitos colaterais por mau uso.

Se você faz parte da sua rotina ir até a padaria de carro ou levar as crianças na escola próxima a sua residência, até mesmo dar uma passadinha no mercado do bairro, você está prejudicando o seu veículo aos poucos.

Entenda

Para o bom funcionamento do combustível, demanda de aquecimento que corre em trajetos de médio a longo percurso. Corridas curtas não possibilitam que o carro atinja a temperatura ideal para funcionamento das operações.

Quando a gasolina não atinge à temperatura, ou seja, quando ela não é forçada a ter aquecimento suficiente, o que acontece em pequenos trajetos, ela forma uma camada preta que dificulta a refrigeração e o motor pode carbonizando.

Solução

Para esse caso, recomenda-se que procure o caminho mais longo para fazer essas pequenas atividades, assim o carro tem tempo suficiente de esquentar e preservar suas funções.

No inverno, permaneça em alerta, já que ele precisará de um caminho ainda mais extenso para conseguir atingir a temperatura ideal.  Lembre- se sempre de visitar o mecânico para analisar se esta acontecendo o vazamento de algum fluído indesejado.

Saio pouco com o carro, o que fazer?

Se você prefere usar outras formas para se locomover durante a semana e o seu automóvel é pouco usado, você também está correndo risco.

Não deixe o seu automóvel ficar parado por longos meses, isso é prejudicial para peças de borracha e polímeros que tendem a se degradar com o tempo. Nesse caso, mangueiras e vedações podem se romper, ocorrendo vazamento e prejudicando o motor.

Solução

Você deve conectar o carro e manter ele ligado para conseguir aquecer e preservar as funções primordiais do veículo. Não adiante deixar por 3 minutos, é necessário o deixar por um período suficiente para que ele atinja a temperatura ideal.

No inverno é importante repetir esse processo, independente do tipo de carro ou frequência de uso.

Lembre-se: visitas ao mecânico são fundamentais para ver se está tudo bem com o automóvel.

Corridas curtas prejudicam o motor
Guarnições dos veículos e seus cuidados

Guarnições. Cuidados para manter o interior do carro protegido da chuva.

Ao contrário do que se pensa não precisa de muito para o seu carro ser invadido por água. Uma simples chuva de verão ou uma enchente podem trazer muitos prejuízos. Fique atento às guarnições, borracha que veda o seu veículo. Muitas pessoas se descuidam desse detalhe, veja como se prevenir.

Algumas variantes podem ajudar, ou não. Um exemplo disso são os carros maiores, fabricados para aguentar certos choques como água e terra, geralmente são picapes. A durabilidade e força é muito maior que um carro de pequeno porte.

Mesmo nesse caso é preciso manter o cuidado. Não é porque o seu carro tem sobrevida maior em situações como essas que isso não pode prejudicá-lo.

Imprevistos

Existem alguns imprevistos que você consegue imaginar, outros acontecem todos os dias e você nem lembra. Admita quantas vezes você olhou a borracha depois do carro ter ficado por muito tempo exposto ao sol?

São fatores que acontecem sempre e não lembramos que isso pode danificar as guarnições, como é conhecida a borracha no meio automotivo.

O para brisa também entra nessa cartela de cuidados, eles sofrem exposição ao tempo, causando ressecamento e, consequentemente pode se romper. Na maioria das vezes os donos só se lembram desses cuidados quando a falha e o prejuízo já aconteceram.

Limpeza

Limpe as borrachas das portas e janelas passando um pano umedecido com água nas bordas, evitando que a sujeira danifique o material. Se preferir, pode acrescentar detergente neutro a mistura.

Algumas pessoas passam silicone na guarnição, em curto prazo pode ser uma ótima solução, já que realmente gera uma barreira protetora, mas existe uma possibilidade que a sujeira grude e dificulte a limpeza após ter sido siliconada.

Recomendação

O ideal é cuidar disso sempre. Realize trocas de guarnições nas concessionárias autorizadas ou oficinas especializadas. Você também pode verificar com o seu mecânico quais as prevenções especiais para o seu carro.

Guarnições. Cuidados para manter o interior do carro protegido da chuva.
carregamento
Top